Woman in Love

Apr 18, 2014

Imagens

Essa é uma comédia romântica estilo Notting Hill, com a diferença de ser na Alemanha e ter o plot de um ator que se veste de mulher para conseguir o papel em um curta produzido por Hollywood sobre o nazismo (sempre ele). O resultado é algumas pouquíssimas piadas semi-originais — quase sempre envolvendo o ator que representa Hitler — e muitas piadas recicladas daquela velha situação do homem travestido já visto em produções tão bizarras desde “Glen ou Glenda?” (Ed Wood, 1953) passando por As Branquelas (2004).

O problema principal é no seu início, que não consegue nos convencer da história que pretende contar. A única coisa que lembro é que o diretor gosta de usar câmeras lentas. Muitas. Em exaustão e sem significado. A própria “paixão à primeira vista” do casal principal é enfocado em uma longa e tediosa cena de sexo, e o fato de ter tediosa é um feito e tanto, já que estamos falando de uma cena com a bela Alexandra Maria Lara, cuja atuação nem impressiona nem decepciona. O resto do filme é leve, sincero e cativante. O trabalho de Matthias Schweighöfer como o ator travestido convence por seu tipo físico quase andrôneno, mas não por sua atuação sem alma.

No final temos aquela velha perseguição em busca da pessoa amada que vemos em gêneros Notting Hill. E se citei novamente o ótimo trabalho de Roger Michell não é por que estou pegando no pé dele, mas apenas porque é um filme fácil de se lembrar, exatamente porque utiliza razoavelmente bem os seus clichês. No caso de Woman in Love, são apenas clichês reproduzidos em alemão.

Wanderley Caloni, 2014-04-18. Woman in Love. Rubbeldiekatz (Germany, 2011). Dirigido por Detlev Buck. Escrito por Anika Decker, Detlev Buck. Com Alexandra Maria Lara, Jenny Moore, Dejan Bucin, Gerd Pape, Joachim Pollax, Franko Melisch, Guido Maria Kretschmer, Denis Moschitto, Maximilian Brückner. IMDB.